Seguidores

domingo, 7 de abril de 2013

EUA pressionam China para acabar com regime da Coreia do Norte



Governo americano quer que a China use sua influência sobre o líder Kim Jong-un para acabar com as ameaças da Coréia do Norte.

A administração Obama, detectando o que vê como uma mudança de décadas no apoio chinês à Coreia do Norte, está a pressionando o novo presidente da China, Xi Jinping, para acabar com o regime de Pyongyang, ou enfrentar uma maior presença das forças militares americanas na região.
Entre as ações do governo norte-americano está um telefonema recente do presidente Barack Obama para Xi, funcionários do governo disseram haviam informado os chineses em detalhes sobre os planos dos Estados Unidos para melhorar as defesas de mísseis e outras medidas para deter as ameaças cada vez mais beligerantes feitas pelo jovem líder da Coréia do Norte , Kim Jong-un.
A China, que tem visto com muita desconfiança o desejo dos Estados Unidos de se reafirmar na Ásia, não protestou publicamente ou de forma direta pelo envio de navios e aviões americanos de guerra para a Península Coreana. Este silêncio, disse uma autoridade do governo dos Estados Unidos, mostra a crescente frustração de Pequim com a Coreia do Norte, e o reconhecimento de que a sua política de apoio à Pyongyang poderia afrouxar os laços com Washington.
O momento é importante", disse Tom Donilon, conselheiro de segurança nacional de Obama, em uma entrevista. "Esse vai ser um importante exercício entre os Estados Unidos e a China, no início do mandato de Xi Jinping e no início do segundo mandato do presidente Obama".
Embora funcionários do governo se preocupem porque Xi está no cargo há apenas algumas semanas, e porque a China tem uma história de frustrar os Estados Unidos em suas relações com a Coreia do Norte, Donilon acredita que a posição da China "evoluiu".
Julgar se a China realmente mudou de conduta em relação à Coréia do Norte é complicado: Pequim já demonstrou responder à pressão americana antes, apenas para voltar atrás em seguida. A China, única grande aliada da Coreia do Norte, há muito teme que os Estados Unidos possam se aproveitar da queda da liderança norte-coreana para expandir a sua influência militar por toda a península Coreana.
R7


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE VOCÊ ACHA!!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem sou eu