Seguidores

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Empresário de Gusttavo Lima processa cantor e quer R$ 10 milhões

Foto: Divulgação


Gusttavo Lima está sendo processado por seu empresário, Rafael Carvalho. De acordo com o advogado de Rafael, Maurício Vieira de Carvalho Filho, do escritório ILM Advogados Associados, seu cliente era sócio do sertanejo desde 2008, mas foi afastado da equipe em março deste ano e, desde então, não recebe o dinheiro referente à porcentagem dos shows e campanhas publicitárias do cantor, além de rescisão por quebra de contrato. O processo, de número 201303798209, está registrado na 15ª Vara Cível, no Tribunal de Justiça de Goiânia.
Foto: Divulgação
A coluna também teve acesso a alguns contratos firmados entre Rafael e Gusttavo Lima. “O valor total devido pelo cantor é de R$ 10 milhões. Desde que Rafael foi afastado, já houve várias tentativas de acordo, mas a quantia oferecida por Gusttavo era muito baixa. O que o cantor propôs não chega a 5% do valor da multa. Ele nunca pagou nenhum valor a título de recebimento de propaganda, marketing e uso de imagem”, disse Maurício à coluna.

Antes do imbróglio judicial, Gusttavo e Rafael eram amigos. Os dois se conheceram em 2008, quando Rafael estava promovendo uma festa em uma boate em Goiânia, no momento em que o até então Nivaldo Lima chegou acompanhado apenas do seu violão, dizendo que estava sozinho na cidade. O cantor pediu para se apresentar, Rafael topou e viu, graças à voz de Gusttavo, que ali estava uma grande promessa da música sertaneja
Foto: Divulgação
“O meu cliente acreditou no potencial do artista e trabalhou em conjunto para que ele conquistasse fama e reconhecimento profissional. Todos os contratos firmados estão registrados no 1º Tabelionato de Protestos e Registro de Pessoas Jurídicas, Títulos e Documentos de Goiânia. Gusttavo não efetua nenhum pagamento e não presta contas desde o início de 2013 e, muito menos, justifica de maneira legal e contratual o seu inadimplemento, mesmo após notificado”, explicou Maurício.

O advogado esclareceu ainda que Rafael passou a empresariar o cantor, investindo financeiramente na sua carreira. Inclusive, efetuou pagamentos para gravação dos seus CDs e DVDs. “A carreira de Gusttavo só começou a dar lucro em 2011, mas Rafael começou a investir dinheiro no cantor muito antes, em 2008”, finalizou o advogado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE VOCÊ ACHA!!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem sou eu