Seguidores

sexta-feira, 15 de março de 2013

EUA treinam polícia brasileira contra terrorismo para Copa



Mesmo o Brasil não tendo vivido situações de violência comuns em outros países, como o terrorismo e ataque com armas químicas, os policiais brasileiros já estão sendo treinados para identificar e combater problemas desse tipo.
Desde o ano passado, a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil está treinando policiais brasileiros para diferentes situações de violência e cerca de 360 agentes das cidades-sede da Copa do Mundo e da Copa das Confederações já participaram dos cursos.   
Onze cursos foram oferecidos em 2012 e outros 12 serão dados este ano. A ideia da embaixada é que representantes das policias dos Estados e municípios aprendam e possam repassar o que aprenderam para as equipes que comandam.   
Policiais no DF estudam bordões em inglês para atender a gringos durante a Copa
Os cursos têm duração de duas semanas e acontecem em Brasília. Especialistas americanos vêm para o Brasil e ensinam o que sabem para os policiais brasileiros, sem custo nenhum.   
O chefe do SAT (Serviço de Adestramento Técnico) da PCDF (Polícia Civil do Distrito Federal), Kenney Gouveia, já participou de dois treinamentos e tem repassado o que aprendeu para policiais da capital federal.   
— Como vamos receber gente de tudo quanto é lugar, precisamos estar preparados. São crimes diferentes do que vemos normalmente no Brasil, mas são coisas que podem ocorrer quando vem gente diferente para cá. É preciso alterar a forma de vigilância e identificação de questões suspeitas, por exemplo.   
Gouveia conta que o curso é dado com tradução simultânea para 20 alunos por vez. Ele participou de um para combate de ataques terroristas e outro para identificação de armas químicas.   
Turmas
De acordo com a assessoria de imprensa da embaixada americana, o primeiro curso de 2013 já começou, tem 22 alunos e é para gerenciamento de fronteiras. Outros cursos também serão oferecidos pela embaixada este ano. 
Os americanos vão treinar policiais para atendimento e investigação com agentes químicos, radiológicos e nucleares, gerenciamento de segurança para grandes eventos, reconhecimento de documentação fraudulenta, vigilância para segurança pública, combate ao terrorismo e incidentes por disparo de arma de fogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE VOCÊ ACHA!!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem sou eu